Batatas-doce BRS

Historicamente, a batata-doce teve origem na América Tropical, sendo levada para a Europa, pelos portugueses e espanhóis, difundindo-se posteriormente para os demais continentes, sendo cultivada em todas as zonas tropicais e temperadas. Pode ser utilizada tanto para o comércio como para a produção de alimentos de subsistência, principalmente por produtores de base familiar, através da produção comercial de raízes e alimentação de animais, utilizando-se resíduos da parte aérea da planta e descartes de raízes.

As folhas e brotos da batata-doce são comestíveis após breve cozimento, saborosas e nutritivas, constituindo verdura de produção fácil e abundante.

Para que cada material genético de batata-doce mostre seu potencial produtivo, faz-se necessária a limpeza de patógenos, utilizando recursos disponíveis em laboratórios onde são desenvolvidas técnicas de cultura de tecidos. Estudos demonstram que matrizes saudáveis produzem plantas 125% mais produtivas do que matrizes oriundas de resto de cultura.

BRS-AMÉLIA

batata-doce BRS-AméliaAs batatas apresentam formato elíptico longo, são de cor rosa claro, com pigmentações também rosadas, a polpa é alaranjada. A colheita inicia entre 120 e 140 dias após o plantio. A produtividade média é de 32 ton/ha. Quanto à composição química e características nutricionais,  constitui-se em fonte de energia devido ao alto teor de amido (27,09 %) e de glicose (30,10 %). Fornece também proteínas (0,130 mg/100 g) e antocianinas (0,70g/100g). É uma fonte de pró Vitamina A.

A cultivar BRS-AMÉLIA salienta-se pela grande aceitação do consumidor devido ao sabor e à cor da polpa (alaranjado intenso). Quando assada ou cozida a textura é umida e melada, com sabor extremamente doce. A casca se solta facilmente.

PDF EMBRAPA informativo BRS-Amélia

BRS-RUBISSOL

batata-doce BRS-RubissolEsta cultivar apresenta plantas muito vigorosas com ramos e pecíolos de cor vermelho púrpura, com grande pilosidade. As batatas apresentam forma redondo elíptica com boa uniformidade. Possuem dimensões de aproximadamente 10 cm por 18 cm. A casca apresenta cor púrpura intensa (cor vermelho-rubi), com leve aspereza ao tato. A polpa é de cor creme tendendo ao Amarelo, com pontuações em amarelo mais intenso. Sua produtividade média é de 40 ton/ha possui excelentes características para consumo de mesa e também pode ser utilizado no processo Industrial. A BRS-RUBISSOL destaca-se por apresentar expressiva produtividade média muito superior às médias atualmente nas regiões produtoras brasileiras, boa uniformidade aparência das batatas. Tem como diferencial a coloração de casca em tonalidade púrpura e polpa levemente amarelada quando crua, muito doce e com textura farinácea após cozida ou assada.

PDF EMBRAPA Informativo BRS-Rubissol

BRS-BEAUREGARD

batata-doce BRS-BeauregardA batata-doce BRS-BEAUREGARD possui polpa de cor alaranjado-intensa, o que é indicativo de alto teor de beta-caroteno (pró-vitamina A). O teor de beta caroteno médio apresentado é de 115 mg/Kg de raiz. Possui raízes alongados, uniformes, do tipo elíptico, com casca vermelho-arroxeada e superfície lisa. O consumo de 25 a 50 g de batata-doce BRS-Beauregard supre as necessidades diárias de pró-vitamina A. Pode ser consumida da mesma forma que as demais cultivares de batata-doce, porém quando transformada em farinha, pode substituir parcial ou totalmente a farinha de trigo em diversas receitas. A produção de farinha também facilita a sua inserção em programas como o da merenda escolar e em cestas básicas. Sua produtividade média é de 29 ton/ha.

PDF EMBRAPA Informativo BRS-Beauregard

CURIOSIDADES

A batata-doce é bastante consumida e uma fonte de carboidrato saudável. Ganhou a fama de ser o alimento predileto de quem quer ganhar massa muscular. Ela é rica em fibras alimentares e proteínas. Além disso, apresenta vitaminas A, E, C, K e do complexo B. Em sua composição também se encontram sais minerais como Zinco, Cálcio, Magnésio, Ferro, Manganês e Potássio.

Por ser uma fonte de carboidratos, consumir batata-doce ajuda no ganho de massa muscular, por ter um índice glicêmico médio alimento fornece energia de forma gradual para as atividades físicas, evitando quedas bruscas dos níveis de glicose e fadiga muscular. As fibras e antioxidantes presentes na batata-doce promovem a saúde intestinal. Quando cozida e resfriada, também fornece amido resistente, um tipo de amido que ao passar pelo intestino grosso alimenta as bactérias benéficas. Por isso, atua como um pré-biótico e melhora o funcionamento intestinal. o betacaroteno presente no alimento proporciona benefícios para o organismo. A vitamina A contribui para o fortalecimento do sistema imunológico, além de atuar como antioxidante, protegendo nosso corpo da ação nociva do excesso de radicais livres. E também possui vitamina C, que atua como antioxidante e contribui para deixar o organismo mais forte para combater infecções ou outras doenças.

Boa notícia para quem tem diabetes. O consumo de batata-doce controla a glicemia e a secreção de insulina por ser um alimento de médio índice glicêmico. Por isso, os carboidratos da batata-doce são digeridos mais lentamente, levando ao aumento gradual da glicose no sangue e evitando picos de glicemia e insulina. Já as antocianinas protegem as células responsáveis pela produção de insulina do estresse oxidativo induzido pela glicose, o que faz bem para quem tem diabetes.

About the author: